A COR DA DIFERENÇA NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO NEGRO NA POEMA “SOU NEGRO” DE CUTI

  • Eliana Almeida Marques Universidade Estadual de Roraima/UERR
  • Nilmara Milena da Silva Gomes Universidade Estadual de Roraima/UERR
Palavras-chave: Sujeito negro, Enunciação, Ethos

Resumo

O presente trabalho - fruto final de artigo final da especialização em Língua Portuguesa e Literatura - pretende depreender no enunciado da poesia a semântica que configura a imagem do negro construída a partir da representação de um sujeito lírico que se declara negro, por meio de elementos, tématicas que representam e fortalecem a imagem de um ethos que configura um sujeito afrodescendente construída na poema “Sou negro” de Cuti, a partir da concepção (Maingueneau, 1997) sobre a construção da imagem de si no discurso. O trabalho propõe compreender as representações discursivas que podem se manifestar nas práticas do sujeito lírico na enunciação que levam a uma configuração da imagem do negro no discurso da literatura negra. Para isso, os alicerces teóricos foram Maingueneau (1997), que vereda pela noção do ethos no âmbito da Análise do Discurso, Bernd (1988) e Proença Filho (2004), incumbido pela Literatura Negra. E para análise do estudo foi utilizado a poesia “Sou negro”, autoria de Cuti. Além disso, verificou-se que é possivel compreender pelo eu-lirico a presença de um éthos que se assume negro na poesia examinada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliana Almeida Marques, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Pós-graduanda em Língua Portuguesa e Literatura da Universidade Estadual de Roraima

Nilmara Milena da Silva Gomes, Universidade Estadual de Roraima/UERR

Professor(a) na Especialização em Ensino de Língua e Literatura da Universidade Estadual de Roraima

Publicado
2019-10-01
Como Citar
MarquesE. A.; GomesN. M. da S. A COR DA DIFERENÇA NA CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO NEGRO NA POEMA “SOU NEGRO” DE CUTI. Revista Ambiente: Gestão e Desenvolvimento, v. 12, n. 2, p. 46-56, 1 out. 2019.
Seção
Artigos - Seção Varia